+55 (19) 3593-9999 | sac@vansil.com.br

Fabricante de medicamentos para animais

Como acelerar e favorecer o processo de cicatrização de feridas

Como acelerar e favorecer o processo de cicatrização de feridas

20/05/2016 em Blog, Dicas

Como acelerar e favorecer o processo de cicatrização de feridas

Na rotina veterinária, principalmente a campo, é comum a combinação de métodos e medicamentos no tratamento de feridas. Para tanto, é importante entender o mecanismo da cicatrização, e conhecer os produtos adequados para essa indicação.

Ferimentos e cicatrização

Os ferimentos abertos são aqueles em que ocorre um rompimento da integridade da pele, resultado de um trauma. Dentro desse conceito existe uma classificação quanto ao tipo de ferimento de acordo com o objeto causador do trauma (incisas ou cirúrgicas, contusas, laceradas, perfurantes).

O processo de cicatrização possui uma sequência de fases, onde ocorrem reações locais na estrutura da pele. São as fases:

  1. Inflamatória: se inicia logo após a lesão e dura cerca de 5 dias. Nessa fase ocorre a hemostasia (mecanismo de controle da perda sanguínea), com a ação de mediadores químicos para formação do tampão de fibrina, que irá estabilizar a ferida. Identificamos aqui os sinais clássicos de inflamação: calor, rubor, tumor e dor.
  2. Proliferativa: do 5º ao 20º dia após a lesão, essa fase é caracterizada pela formação do tecido de granulação, uma camada que irá preencher e proteger o ferimento de infecções. Aqui se inicia o processo de regeneração da epiderme.
  3. Reparadora: após 20 dias (e podendo durar cerca de 1 ano), o tecido de granulação é substituído pela cicatriz.

Alguns fatores influenciam no processo de cicatrização, como a presença de resíduos e sujeiras, doenças, e exposição a antissépticos e medicamentos que retardam a regeneração da pele. Por isso, é importante tratar adequadamente as feridas, evitando infecções oportunistas e reduzindo o tempo do tecido exposto.

Logo após a ferida ocorrer, é fundamental higienizar toda a área adequadamente, com higienizantes e antissépticos tópicos. Depois da limpeza, deve-se proteger a área sem necessariamente fechar completamente a ferida. Após esses dois passos iniciais, deve-se começar um tratamento tópico para ajudar a evitar infecções, acelerando o processo de reparação tecidual através do uso de produtos veterinários específicos para este fim.

 

Combine Ricinus e Cicatrizantol em seu tratamento e potencialize os resultados

 A Vansil Saúde Animal possui dois produtos de grande valia no tratamento de feridas:

O Cicatrizantol possui em sua formulação antibiótico e antisséptico que auxiliam no tratamento de feridas e manutenção da cicatrização natural. É indicado na profilaxia e tratamento de infecções bacterianas superficiais em ferimentos, queimaduras, úlcera e eczemas, feridas de castração e descorna, umbigo de recém-nascidos e nos cortes dos tetos.

O Ricinus é um produto à base de óleo de rícino, um emoliente natural que penetra a pele e estimula a produção de colágeno e elastina, além de hidratar a pele. É indicado para hidratação da pele de bovinos, suínos e pequenos animais (inclusive cães e gatos).

Veja na imagem abaixo o processo de cicatrização em um equino, com o uso do produto:

ricinus cicatrização

A combinação de ambos os produtos fornece segurança na regeneração da pele, prevenindo infecções secundárias, e melhorando a estrutura da pele para que a cicatrização ocorra sem complicações.

 

Aproveite e conheça mais sobre cicatrização com nosso protocolo de cicatrização, CLIQUE AQUI!