Lincosil

Antibiótico a base de Lincomicina 4.4% para tratamento das enfermidades em aves e suínos

DESCRIÇÃO

Antibiótico a base de Lincomicina 4.4% para tratamento das enfermidades em aves e suínos

FÓRMULA

Composição básica: Lincomicina e Excipiente q.s.p. Cada 100 g contém:
Lincomicina 4,4 g
Excipiente q.s.p 100 g
Apresentação: Saco de 10 e 25 kg.

INDICAÇÕES

Suínos: Pneumonia micoplásmica: Mycoplasma hyopneumoniae, doença caracterizada num rebanho de forma endêmica e por produzir uma tosse seca, persistente, dificuldades respiratórias e alta incidência de lesões pulmonares nos animais abatidos. Disenteria Suína (diarreia sangrenta) causada primeiramente por: Treponema hyodisenteriae, uma espiroqueta anaeróbica que produz uma Hemolisina. Prolifera no intestino grosso, causando inflamação e degeneração da parte superficial da musosa, hipersecreção de muco e hemorragias puntiformes multifocais na superfície de mucosa, resultando em diarreia por má absorção. As Lincosamidas têm se mostrado como tratamento quimioterápico efetivo da doença, principalmente se o tratamento for precoce. Todavia, não se deve descuidar de um programa sanitário que inclua a limpeza e desinfecção completas das instalações vazias. Aves: Prevenção e controle da Enterite Necrótica causada por Clostridium perfringens, tipo A e C, que ocorre com maior frequência em frangos de corte. As camas utilizadas várias vezes aparentemente parecem ser a fonte de esporos. Ocorre primeiramente em frangos de corte com 2 a 12 semanas de idade. Tem sido observada em criações de frangos de corte em todo o mundo.

MODO DE USAR

Via de administração: Oral. Misturar à ração e fornecer como dieta exclusiva durante o período necessário, nas seguintes proporções: Suínos: Pneumonia Micoplásmica – Tratamento: 5 kg de Lincosil (220 g Lincomicina) por tonelada de alimento durante 3 semanas. Para controle e profilaxia: 1 kg de Lincosil (44 g de Lincomicina) por tonelada de alimento completo como única ração, em uso contínuo. Disenteria Suína – Tratamento: 2,5 kg (110 g de Lincomicina) por tonelada de alimento, durante 3 semanas ou até o desaparecimento dos sintomas da doença. Para controle e profilaxia, continuar com a administração de 44 g de Lincomicina (1 kg de Lincosil) por tonelada de alimento. Aves: Para a prevenção e controle da Enterite Necrótica: Inicial: 100 g (4,4 mg de Lincomicina) por tonelada de ração. Final: 50 g (2,2 mg de Lincomicina) por tonelada de ração. Alterações na posologia e modo de uso a critério do Médico Veterinário.