Potensil

Antibiótico para aves e suínos a base de Penicilina e Estreptomicina

DESCRIÇÃO

Antibiótico para aves e suínos a base de Penicilina e Estreptomicina

FÓRMULA

Composição básica: Penicilina V Potássica; Sulfato de Estreptomicina e Excipiente q.s.p. Cada 100 g do produto contém:
Penicilina V Potássica 3,6 g
Sulfato de Estreptomicina 2,5 g
Excipiente q.s.p 100 g
Apresentação: Caixa com 40 sachês de 250 g (10 kg), saco com 10 sachês de 1 kg (10 kg) e saco com 25 kg.

INDICAÇÕES

Aves: Tratamento de infecções causadas por bactérias Gram positivas e Gram negativas, tais como: Enterite Necrótica (Clostridium perfringens), Enterite Ulcerativa (Colinus virginianus), Enterite Coliforme (Escherichia coli), Cólera Aviária (Pasteurella multocida) e Artrite/Tenossinovite (Staphylococcus aureus). Suínos: Tratamento de infecções causadas por bactérias Gram positivas, como Haemophilus sp e Pasteurellasp. A Estreptomicina atua em bactérias Gram negativas em nível do trato intestinal. Droga de eleição para o tratamento de enterites, artrites e suas complicações, tenossinovite, encefalites em geral e Erisipela Suína. A Penicilina V e indicada por via oral por ser estável no meio ácido estomacal.

MODO DE USAR

Via de administração: Oral Aves: Ração: Administrar 3 kg do produto por tonelada de ração ou 1 kg do produto para 6000 kg de peso (10.000 UI/kg de peso), durante 5 a 10 dias consecutivos. Água: Administrar 250 g a 500 g do produto para 1000 litros de água de bebida ou 1 kg do produto para 6000 kg de peso (10.000 UI/kg de peso), durante 5 dias consecutivos. Alterações na posologia a critério do Médico Veterinário. Suínos: Administrar 2 a 3 kg do produto por tonelada de ração durante 5 a 10 dias consecutivos ou 500 g para 1000 litros de água de bebida, durante 5 a 10 dias consecutivos. Alterações na posologia a critério do Médico Veterinário.