ENCONTRE O PRODUTO
IDEAL PARA O SEU ANIMAL

Animais de produção

Showing 33–48 of 78 results

  • Ivermectina 1%


    Ivermectina 1% 500ml Injetável copiar

    DESCRIÇÃO

    Controle parasitário consagrado para a bovinocultura O controle dos parasitos bovinos é um dos pilares do controle sanitário, e uma dos principais desafios para a produtividade na bovinocultura. A Ivermectina 1% é uma das moléculas mais consagradas no combate às infecções de endo e ectoparasitas dos bovinos.  

    INDICAÇÕES

    Controle e tratamento dos principais parasitas dos bovinos, quais sejam: Vermes redondos gastrointestinais: Adultos e larvas de 3º e 4º estágios – Haemonchus placeiOstertagia ostertagi, Oesophagostomum radiatum e Bunostomum phlebotomum. Adultos e larvas de 4 estágio – Trichostrongylus axeiT. colubriformesCooperia spp, C. puncatata. Adultos – Nematodirus helvetianusTrichuris discolor Strongyloides papillosus. Vermes redondos pulmonares adultosDictiyocaulus viviparus. Ácaro causador da sarna: Sarcoptes scabiei var. bovis. Bernes (larvas de Dermatobia hominis). ÁcaroChorioptes bovis. Miíases (Bicheiras): Larvas de Cochliomyia hominivorax. CarrapatoBoophilus microplus.

    FÓRMULA

    Cada 100 mL contém:

    Ivermectina 1 g
    Veículo q.s.p. 100 mL
    Apresentação: Frascos de 50 mL, 500 mL e de 1 Litro.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Subcutânea. Aplicar 1 mL do produto para cada 50 kg de peso (equivalente a 200 mcg de Ivermectina por kg de peso). Administrar exclusivamente pela via subcutânea.

  • Ivermectina Premix 0,6%


    Ivermectina Premix 33g

    DESCRIÇÃO

    A Ivermectina Premix 0,6% é um produto que traz uma das moléculas mais consagradas no combate às infecções de endo e ectoparasitas dos suínos.

    INDICAÇÕES

    Ivermectina Premix Vansil 0,6% é um endectocida com amplo espectro de ação, podendo ser usado em todas as fases da criação, sendo eficaz no tratamento e controle dos principais parasitas dos suínos, quais sejam: Vermes redondos gastrointestinais: Adultos e larvas de 4° estágio – Ascaris suun e Hyostrongylus rubidus.  Adultos – Strongyloides ransomiAscarops strongylina e Oesophagostomum dentatum. Verme redondo pulmonar: Adulto – Metastrongylus spp. Verme redondo renal: Adultos e larvas de 4º estágio – Stephanurus dentatus. Piolho: Haematopinus suis. Ácaro da sarna: Sarcoptes scabiei var suis.

    FÓRMULA

    Cada 100 g contém:

    Ivermectina 0,6 g
    Excipiente q.s.p. 100 g
    Apresentação: Sachês de 33 e 333 g, fibrolata com 5 e 25 kg.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Oral. Administrada por via oral, misturada na ração, na dosagem de 100 mcg/kg de peso de Ivermectina base, conforme tabela abaixo: Peso do animal (em Kg) Consumo de ração (kg/dia) Inclusão de Ivermectina Premix 0,6% (g/ ton. de ração) Nível de Ivermectina base (ppm) até 40 Kg até 2,0 333 2,0 de 41 a 100 Kg até 3,9 400 2,4 de 101 a 150 Kg até 2,0 1.250 7,5 até 2,5 1.000 6,0 até 3,0 833 5,0 de 151 a 200 Kg até 2,0 1.666 10,0 até 2,5 1.333 8,0 até 3,0 1.111 6,7 de 201 a 250 Kg até 2,0 2.083 12,5 até 2,5 1.666 10.0 até 3,0 1.389 8,3 de 251 a 3O0 Kg até 2,0 2.500 15,0 até 2,5 2.000 12,0 até 3,0 1.666 10,0 Fazer uma pré-mistura em 5 kg de ração e depois completar para 1.000 kg, misturando até completa homogeneização do produto. A ração medicada deve ser fornecida por 7 dias consecutivos. A mistura é estável por 3 meses. A ração pode ser peletizada, após a inclusão do produto. Para a apresentação de 33 g a pré-mistura deverá ser menor de 500 g de ração e depois completar para 100 kg.

  • Lincosil


    Lincosil 4.4

    DESCRIÇÃO

    Antibiótico a base de Lincomicina 4.4% para tratamento das enfermidades em aves e suínos

    INDICAÇÕES

    Suínos: Pneumonia micoplásmica: Mycoplasma hyopneumoniae, doença caracterizada num rebanho de forma endêmica e por produzir uma tosse seca, persistente, dificuldades respiratórias e alta incidência de lesões pulmonares nos animais abatidos. Disenteria Suína (diarreia sangrenta) causada primeiramente por: Treponema hyodisenteriae, uma espiroqueta anaeróbica que produz uma Hemolisina. Prolifera no intestino grosso, causando inflamação e degeneração da parte superficial da musosa, hipersecreção de muco e hemorragias puntiformes multifocais na superfície de mucosa, resultando em diarreia por má absorção. As Lincosamidas têm se mostrado como tratamento quimioterápico efetivo da doença, principalmente se o tratamento for precoce. Todavia, não se deve descuidar de um programa sanitário que inclua a limpeza e desinfecção completas das instalações vazias. Aves: Prevenção e controle da Enterite Necrótica causada por Clostridium perfringens, tipo A e C, que ocorre com maior frequência em frangos de corte. As camas utilizadas várias vezes aparentemente parecem ser a fonte de esporos. Ocorre primeiramente em frangos de corte com 2 a 12 semanas de idade. Tem sido observada em criações de frangos de corte em todo o mundo.

    FÓRMULA

    Composição básica: Lincomicina e Excipiente q.s.p. Cada 100 g contém:

    Lincomicina 4,4 g
    Excipiente q.s.p 100 g
    Apresentação: Saco de 10 e 25 kg.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Oral. Misturar à ração e fornecer como dieta exclusiva durante o período necessário, nas seguintes proporções: Suínos: Pneumonia Micoplásmica – Tratamento: 5 kg de Lincosil (220 g Lincomicina) por tonelada de alimento durante 3 semanas. Para controle e profilaxia: 1 kg de Lincosil (44 g de Lincomicina) por tonelada de alimento completo como única ração, em uso contínuo. Disenteria Suína – Tratamento: 2,5 kg (110 g de Lincomicina) por tonelada de alimento, durante 3 semanas ou até o desaparecimento dos sintomas da doença. Para controle e profilaxia, continuar com a administração de 44 g de Lincomicina (1 kg de Lincosil) por tonelada de alimento. Aves: Para a prevenção e controle da Enterite Necrótica: Inicial: 100 g (4,4 mg de Lincomicina) por tonelada de ração. Final: 50 g (2,2 mg de Lincomicina) por tonelada de ração. Alterações na posologia e modo de uso a critério do Médico Veterinário.

  • Lincosil 44


    Lincosil 44

    DESCRIÇÃO

    Aditivo melhorador de desempenho para aves e suínos.

    INDICAÇÕES

    Lincosil 44 é indicado para uso exclusivo de fabricantes de rações de frangos de corte para o aumento de taxa de ganha de peso e de suínos para o aumento da taxa de ganha de peso e melhoria da eficiência alimentar.

    FÓRMULA

    Composição básica: Lincomicina e Veículo q.s.p. Níveis de garantia por kg do produto:
    Lincomicina 440 g
    Apresentação: Saco de 10 kg.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Oral. Frangos de corte: Para o aumento da taxa de ganho de peso, adicionar o Lincosil 44 na proporção de 10 g (4,4 g de Lincomicina) por tonelada de ração em uso contínuo. Suínos: para o aumento da taxa de ganho de peso e melhoria da eficiência alimentar, adicionar o produto na proporção de 50 g de Lincosil 44 (22 g de Lincomicina) por tonelada de ração em uso contínuo.

  • Max Prata


    Max Prata 200ml

    DESCRIÇÃO

    Ação antimicrobiana e proteção contra larvas Após procedimentos cirúrgicos, é importante proteger a ferida de moscas. Para favorecer a cicatrização, pode-se utilizar produtos unam a ação repelente e antimicrobiana.    

    INDICAÇÕES

    Profilaxia e tratamento de Miíases ou “Bicheira” (larvas de Cochliomyia hominivorax) em Bovinos, Ovinos, Caprinos, Suínos, Equinos e Cães, ocasionadas após cirurgias, descornas, tratamento de umbigo de recém-nascidos, etc.

    FÓRMULA

    Composição básica: Sulfadiazina de Prata; Diclorvós; Cipermetrina; Alumínio; Veículo q.s.p. e Propelente Butano/Propano.Cada 100 g do concentrado contém:
    Sulfadiazina de Prata 0,1 g
    Diclorvós 1,6 g
    Cipermetrina 0,4 g
    Alumínio 5,0 g
    Veículo q.s.p. 100 g
    Propelente Butano/Propano 80:20
    Apresentação: Embalagem metálica, tipo aerosol com 500 ml (290 g) e 200 ml (116 g).

    MODO DE USAR

    Via de administração: Tópica. Agite energicamente o frasco e vaporize a uma distância entre 10 a 20 cm, dentro da ferida previamente higienizada, e nas suas bordas. Recobrir toda a área da ferida com uma camada fina, mais consistente do produto, dentro do esquema seguinte: Profilaxia: Aplicação única. Tratamento: Uma vez ao dia durante 4 a 5 dias consecutivos. Nos casos de alta infestação ambiental, a aplicação pode ser repetida após 5 a 7 dias até a cura completa.

  • Mebendasil


    Mebendasil Saco

    DESCRIÇÃO

    Antiparasitário a base de Mebendazol

    INDICAÇÕES

    Controle das verminoses gastrintestinais e pulmonares em aves e suínos causadas por nematódeos (vermes redondos) e cestódeos (vermes chatos). AvesHeterakis gallinarum, Ascaridia galli, Strongyloides avium, Capillaria spp. Suínos: Strongyloides ransoni e Oesophagostomum dentatum.

    FÓRMULA

    Cada 1000 g contém:

    Mebendazol 50 g
    Excipiente q.s.p 1000 g
    Apresentação: Frasco de 30 e 600 g, saco com 20 sachês de 600 g (12 kg) e saco de 20 kg.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Oral. Aves: 600 g de produto por tonelada de ração, durante 5 dias consecutivos. Suínos: 600 g de produto por tonelada de ração, durante 10 dias consecutivos.

  • Mebendasil Pasta


    Mebendasil Pasta 30g

    DESCRIÇÃO

    Controle de verminoses A proteção do seu plantel é muito importante. Garantir a sanidade dos animais com produtos eficientes e de qualidade, reduz os riscos de doenças na produção.

    INDICAÇÕES

    Mebendasil Pasta é indicado no controle e tratamento das infestações parasitárias gastrintestinais dos eqüídeos (equinos, muares e asininos) causadas por Strongylus spp (grandes e pequenos), Parascaris equorumTriodontophorus spp. Oesophagostomum spp, Trichostrongylus spp, Oxyuris equiTrichonema spp e Strongyloides westeri.

    FÓRMULA

    Cada 100 g do produto contém:

    Mebendazole 14,67 g
    Veículo q.s.p 100 g
    Apresentação: Seringa de 30 g.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Oral. Mebendasil Pasta deve ser usado por via oral, na dose de 8,8 mg de Menbendazole por kilo de peso, ou seja, 3 g pasta para cada 50 kg de peso. Peso de Animal (kg) Produto (g) Até 50 3 051 a 100 03 a 06 101 a 200 06 a 12 201 a 300 12 a 18 301 a 400 18 a 24 401 a 500 24 a 30 Ajusta-se o anel existente no êmbolo sobre a marca correspondente ao peso do animal que se quer medicar, introduz-se o injetor na boca do animal no espaço interdental (entre os dentes da frente e de traz), comprime-se o êmbolo deixando a pasta aderida à língua do animal, evitando o desperdício do produto.

  • Neocolin Líquido


    Neocolin Litro

    DESCRIÇÃO

    Neocolin é o único antibiótico líquido a base de Neomicina do mercado.

    INDICAÇÕES

    Neocolin Líquido está indicado na prevenção e tratamento da diarreia bacteriana em bovinos, ovinos, equinos, aves domésticas, pássaros e aves silvestres, provocadas por germes sensíveis à Neomicina, tais como: Escherichia coliProteus sp, Klebsiella pneumoniaePseudomonas aeruginosa, Streptococcus spp e Staphylococcus SP.

    FÓRMULA

    Cada ml contém:

    Sulfato de Neomicina* 50 mg
    Veículo q.s.p 1 ml
    *Equivalente a 35 mg de Neomicina base Apresentação: Frasco com 10, 250 e 480 ml, 1 litro e galão 5 litros.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Oral. Aves: 1 litro do produto em 1000 litros de água de bebida, ou 12,5 mg/kg de peso. Sendo assim, 1 frasco de 1 litro do produto trata 4000 kg de peso, durante 3 a 5 dias consecutivos. Aves ornamentais: 5 gotas em 50 ml de água de bebida e fornecer durante 5 dias consecutivos. Bovinos, Ovinos, Equinos e Cães: 1 ml para cada 4 kg de peso, em dose única ou a critério do Médico Veterinário, nos casos de enterites bacterianas. Para infusão ou lavagem uterina em éguas ou vacas, diluir 60 ml de Neocolin em 40 ml de água destilada e aplicar durante 2 a 3 dias consecutivos. Neocolin Líquido pode ser administrado puro ou diluído em água, ração ou leite para tratamento individual. Para tratamento simultâneo de vários animais pode ser adicionado à água de bebida, na proporção de 1 frasco (480 ml) para cada 250 litros de água, consumida em 12 horas pelos animais afetados. Quando misturado à água de bebida, nenhuma outra quantidade de água deve ser fornecida durante o período de tratamento ou imediatamente antes de ser iniciada a terapia. Em geral, são suficientes 24 horas de tratamento.

  • Neocolin Líquido


    Neocolin Litro

    DESCRIÇÃO

    Tratamento e prevenção de diarréia e enterite bacteriana A proteção do seu plantel é muito importante. Garantir a sanidade dos animais com produtos eficientes e de qualidade, reduz os riscos de doenças na produção. Neocolin é a opção de antibiótico a base de neomicina.

    INDICAÇÕES

    Neocolin Líquido está indicado na prevenção e tratamento da diarreia bacteriana em bovinos, ovinos, equinos, aves domésticas, pássaros e aves silvestres, provocadas por germes sensíveis à Neomicina, tais como: Escherichia coliProteus sp, Klebsiella pneumoniaePseudomonas aeruginosa, Streptococcus spp e Staphylococcus SP.

    FÓRMULA

    Cada ml contém:

    Sulfato de Neomicina* 50 mg
    Veículo q.s.p 1 ml
    *Equivalente a 35 mg de Neomicina base Apresentação: Frasco com 10, 250 e 480 ml, 1litro e galão 5 litros.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Oral. Aves: 1 litro do produto em 1000 litros de água de bebida, ou 12,5 mg/kg de peso. Sendo assim, 1 frasco de 1 litro do produto trata 4000 kg de peso, durante 3 a 5 dias consecutivos. Aves ornamentais5 gotas em 50 ml de água de bebida e fornecer durante 5 dias consecutivos. Bovinos, Ovinos, Equinos e Cães: 1 ml para cada 4 kg de peso, em dose única ou a critério do Médico Veterinário, nos casos de enterites bacterianas. Para infusão ou lavagem uterina em éguas ou vacas, diluir 60 ml de Neocolin em 40 ml de água destilada e aplicar durante 2 a 3 dias consecutivos. Neocolin Líquido pode ser administrado puro ou diluído em água, ração ou leite para tratamento individual. Para tratamento simultâneo de vários animais pode ser adicionado à água de bebida, na proporção de 1 frasco (480 ml) para cada 250 litros de água, consumida em 12 horas pelos animais afetados. Quando misturado à água de bebida, nenhuma outra quantidade de água deve ser fornecida durante o período de tratamento ou imediatamente antes de ser iniciada a terapia. Em geral, são suficientes 24 horas de tratamento.

  • Neocolin Premix


    neocolin premix

    DESCRIÇÃO

    Neocolin é um antibiótico a base de Neomicina para tratamento de enfermidades em aves e suínos.

    INDICAÇÕES

    Neocolin Premix está indicado para prevenção e tratamento da diarreia e enterite bacteriana em bovinos, suínos, ovinos, equinos e aves domésticas provocadas pelos seguintes germes: Escherichia coliPseudomonas. aeruginosaStaphylococcus albusSalmonella typhosaStreptococcus alfaStreptococcus beta e Streptococcus pyogenes.

    FÓRMULA

    Cada 100 g contém:

    Sulfato de Neomicina* 9,8 g
    Excipiente q.s.p 100 g
    *Equivalente a 7 g de Neomicina base. Apresentação: Sacos com 10 e 20 kg

    MODO DE USAR

    Via de administração: Oral. O produto deve ser administrado na seguinte posologia: Profilaxia: 1 kg do produto por tonelada de ração. Tratamento: 2 kg do produto por tonelada de ração. A duração do fornecimento deve ser de 3 a 5 dias, dependendo da gravidade do caso ou a critério do Médico Veterinário. Repetir o tratamento após 5 dias, se necessário. Posologia individual: 12,5 mg de Sulfato de Neomicina por kg de peso, diariamente. Assim, para tratamento, 1 tonelada de ração com 2 kg de Neocolin Premix, contém 196 g de Sulfato de Neomicina, suficientes para tratar: 15.680 aves de 1 kg por dia ou 3.136 aves durante 5 dias. 627 suínos de 25 kg por dia ou 125 suínos durante 5 dias. Segue-se o mesmo raciocínio para a medicação de bovinos, ovinos e eqüinos, adequando-se o tratamento ao peso dos animais e à duração do mesmo.

  • Óleo Canforado Vansil


    imgpsh_fullsize

    DESCRIÇÃO

    Tônico cardíaco Óleo canforado é um produto útil em casos onde é necessário aumentar a circulação sanguínea, contribuindo com efeito anti-febril, além de ação sobre as secreções brônquicos.

    INDICAÇÕES

    Como excitante e estimulante cardíaco e dos centros vasomotores e respiratórios.

    FÓRMULA

    Cada 100 ml contém: Cânfora 20 g Veículo q.s.p. 100 ml Apresentação: Frascos de 10 ml.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Intramuscular. Aplicar por via intramuscular profunda nas seguintes doses: Bovinos e equinos adultos: 15 a 30 ml. Bezerros, caprinos e ovinos: 5 a 10 ml. Cães e gatos: 1 a 2 ml.

  • Oxi Vansil LA


    Oxi Vansil L.A. 100ml copiar

    DESCRIÇÃO

    Antibiótico para ruminantes e suínos a base de Oxitetraciclina.

    INDICAÇÕES

    Oxi Vansil LA é indicado nas infecções do trato respiratório, causadas por Haemophilus spp, Salmonella spp, Pasteurella spp, Klebsiella, Corynebacterium spp e Streptococcus; Infecções do trato gastrointestinal, causadas por Salmonella spp, Escherichia coli, Klebsiella e Clostridium spp; Infecções do trato urogenital, causadas por E. coli, Klebsiella sp, Brucella spp e Corynebacterium spp; atua contra a Pasteurella spp, Salmonella spp, E. coli, Staphylococcus, Streptococcus, causadoras de septicemias; e Carbúnculo Hemático, causado por Bacillus anthracis. É indicado nas infecções gerais como: Erisipela, causada por Erysipelothrix rhysiopathia, Anaplasmose, na Poliartrite Infecciosa por Haemophilus spp e nas feridas infectadas por Staphylococcus sp, Streptococcus sp e Corynebacterium sp. É indicado para uso em bovinos, suínos, ovinos e caprinos.

    FÓRMULA

    Cada 100 ml contém: Oxitetraciclina (Cloridrato) 20 g Veículo q.s.p. 100 ml Apresentação: Frasco/ampola de vidro âmbar com 20 ml, 50 ml, 100 ml e 200 ml.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Intramuscular. Administrar através de via intramuscular profunda numa dose de 1 ml por 10 kg de peso para as espécies de animais indicadas, com um máximo de 20 ml (ruminantes) ou 10 ml (suínos) por local de injeção. No caso de infecção grave, repete-se a mesma dose três dias após, para ruminantes e dois dias após para suínos. Recomenda-se continuar o tratamento por 48 horas após o desaparecimento do quadro clínico. O uso profilático de medicamentos antimicrobianos fica a critério do Médico Veterinário.

  • Placen-P


    Placen P 20 ml copiar

    DESCRIÇÃO

    Indutor de contração uterina Durante o parto, as fêmeas podem apresentar dificuldade na expulsão dos fetos, ou ainda na eliminação dos anexos placentários. Para uma melhor indução do parto, é possível auxiliar o animal com uso de medicamentos que estimulem a contração uterina. Placen-P é um medicamento que estimula as contrações uterinas, facilitando a expulsão do feto, e eliminação de anexos placentários.

    INDICAÇÕES

    Placen-P é indicado quando há atonia uterina no momento do parto, pois estimula as contrações do útero, facilitando a expulsão do feto. Contribui para a eliminação dos anexos placentários e impede hemorragias pós-parto. Favorece o retorno do útero ao tamanho normal e age como coadjuvante nos tratamentos de metrites.

    FÓRMULA

    Cada 100 mL do produto Contém: Maleato de Ergometrina 10 mg Rutina 50 mg Veículo q.s.p. 100 ml Apresentação: Frascos-ampola de 10, 20 e 30 ml.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Intramuscular. Administrar por via intramuscular profunda nas seguintes doses: Fêmeas em geral durante trabalho de parto: 1 ml para cada 30 kg de peso. Éguas: 0,5 ml para cada 60 kg de peso (dose máxima de 5 ml).

  • Potensil


    potensil

    DESCRIÇÃO

    Antibiótico para aves e suínos a base de Penicilina e Estreptomicina

    INDICAÇÕES

    Aves: Tratamento de infecções causadas por bactérias Gram positivas e Gram negativas, tais como: Enterite Necrótica (Clostridium perfringens), Enterite Ulcerativa (Colinus virginianus), Enterite Coliforme (Escherichia coli), Cólera Aviária (Pasteurella multocida) e Artrite/Tenossinovite (Staphylococcus aureus). Suínos: Tratamento de infecções causadas por bactérias Gram positivas, como Haemophilus sp e Pasteurellasp. A Estreptomicina atua em bactérias Gram negativas em nível do trato intestinal. Droga de eleição para o tratamento de enterites, artrites e suas complicações, tenossinovite, encefalites em geral e Erisipela Suína. A Penicilina V e indicada por via oral por ser estável no meio ácido estomacal.

    FÓRMULA

    Composição básica: Penicilina V Potássica; Sulfato de Estreptomicina e Excipiente q.s.p. Cada 100 g do produto contém:

    Penicilina V Potássica 3,6 g
    Sulfato de Estreptomicina 2,5 g
    Excipiente q.s.p 100 g
    Apresentação: Caixa com 40 sachês de 250 g (10 kg), saco com 10 sachês de 1 kg (10 kg) e saco com 25 kg.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Oral Aves: Ração: Administrar 3 kg do produto por tonelada de ração ou 1 kg do produto para 6000 kg de peso (10.000 UI/kg de peso), durante 5 a 10 dias consecutivos. Água: Administrar 250 g a 500 g do produto para 1000 litros de água de bebida ou 1 kg do produto para 6000 kg de peso (10.000 UI/kg de peso), durante 5 dias consecutivos. Alterações na posologia a critério do Médico Veterinário. Suínos: Administrar 2 a 3 kg do produto por tonelada de ração durante 5 a 10 dias consecutivos ou 500 g para 1000 litros de água de bebida, durante 5 a 10 dias consecutivos. Alterações na posologia a critério do Médico Veterinário.

  • Potensil 50


    Potensil 50 Sache

    DESCRIÇÃO

    Produto à base de Fenoximetilpenicilina (50%)

    INDICAÇÕES

    Potensil 50 é um produto à base de Fenoximetilpenicilina, indicado para o tratamento de infecções em suínos causadas pelas seguintes bactérias: Staphylococcus aureus, Streptococcus suis, Streptococcus agalactiae, Streptococcus dysgalactiae, Actinobacillus suis, Actinobacillus pleuropneumoniae, Haemophillus pleuropneumoniae, Corynebacterium pyogenes, Pasteurella multocida e Klebsiella pneumoniae.

    FÓRMULA

    Composição básica: Fenoximetilpenicilina (Penicilina V Potássica)  e veículo q.s.p. Fórmula: Cada 100 g contém:

    Fenoximetilpenicilina (Penicilina V Potássica) 50 g
    Veículo q.s.p 100 g
      Apresentação: Caixas de 2 kg e 5 kg fracionados em sachês de 100 g / Sacos de 10 kg e 20 kg

    MODO DE USAR

    Via de administração: Oral. Deve ser administrado via ração ou água de bebida na dose diária de 10 mg de Fenoximetilpenicilina por kg de peso, por um período de 5 a 7 dias consecutivos. – Dose prática: 100 g do produto trata 5.000 kg de peso vivo.

  • Reumatosol


    Reumatosol 100ml copiar

    DESCRIÇÃO

    Alívio da dor para todos animais. Para tornar mais eficiente o cuidado de inflamações articulares etc, é possível utilizar produtos de qualidade, com fácil aplicação.  

    INDICAÇÕES

    Possui efeito anti-inflamatório no tratamento de reumatismo agudo ou crônico e em todos os processos inflamatórios articulares e tendíneos, claudicações, entorses, contusões, luxações, higromas, inflamações ganglionares e do úbere (mastites) nos animais domésticos.

    FÓRMULA

    Cada 100 ml do produto contém:

    Salicilato de Metila 10,0 ml
    Essência de Terebentina 10,0 ml
    Veículo Emulsificante q.s.p. 100 ml
    Apresentação: Frasco com 100 ml.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Tópica. Aplicar na região lesada e massagear para a completa absorção, duas vezes ao dia, até a cura completa. Alterações na posologia e modo de uso a critério do Médico Veterinário.