ENCONTRE O PRODUTO
IDEAL PARA O SEU ANIMAL

Suínos

Showing 1–16 of 44 results

  • Agrosil 5 Mega


    Display Agrosil 5megax6unid

    DESCRIÇÃO

    O antibiótico completo Agrosil 5 Mega é a opção de antibiótico a base de penicilina e estreptomicina com uma associação anti-inflamatória de piroxicam.

    INDICAÇÕES

    Tratamento de infecções causadas por agentes bacterianos abaixo discriminados sensíveis aos princípios ativos da formulação. Bovinos: Mastite (Streptococcus sp), Edema Maligno (Clostridium septicum), Carbúnculo Sintomático (Clostridium chauvoei), Gangrena (Clostridium perfringens), Tétano (Clostridium tetani) e Hemoglobinúria (Clostridium haemolyticum). Equinos: Garrotilho (Streptococcus equi), Onfaloflebite (Staphylococcus genitalium), Artrite Supurativa (E. coli, Salmonellaspp, Actinobacillus spp), Linfangite Ulcerativa (Corynebacterium pseudotuberculosis), Pneumonia dos Potros (Corynebacterium equi), Listeriose (Listeria monocytogenes) e Septicemia dos Potros (Salmonella abortus equi). Suínos: Enterite Necrótica (Clostridium perfringens), Diarréia dos leitões (Escherichia coli), Meningite, Septicemia e Artrite (Streptococcus suis), Síndrome da Agalactia MMA (Escherichia coliStreptococcus spp e, Klebsiella spp), Erisipela (Erysipelotrix rhusiopathiae), Abcessos e infecções de ferimentos (Staphilococcus sp e Streptococcusspp). Ovinos: Artrite Infecciosa dos Cordeiros (Streptococcus genitalium), Poliartrite dos Cordeiros (Actinomyces pyogenesStreptococcus faecalis, Fusiobacterium necrophorus), Endocardite (Streptococcus pyogenes), Linfadenite Caseosa (Corynebacterium pseudotuberculosis), Listeriose (Listeria monocytogenes), Carbúnculo Sintomático (Clostridium chauvoei) e Edema Maligno (Clostridium septicum).

    FÓRMULA

    Cada frasco-ampola contém:
    Benzilpenicilina Procaína 3.750.000 UI
    Benzilpenicilina Potássica 1.250.000 UI
    Estreptomicina 2 g
    Cada ampola de diluente de 15 ml contém:
    Piroxican 150 mg
    Diluente para injeção q.s.p 15 ml
    Apresentação: 1 Frasco/Ampola contendo pó (Penicilinas+Estreptomicina) e um frasco-ampola de diluente de 15 ml (Água para injeção+Piroxican).

    MODO DE USAR

    Via de administração: Intramuscular. O produto deve ser administrado pela via intramuscular profunda. Transferir o conteúdo do diluente com o auxílio de uma seringa e homogeneizar de modo a obter uma suspensão. Obedecer às seguintes dosagens: Bovinos e Equinos: 1 ml (187.500 UI de Benzilpenicilina Procaína e 62.500 UI de Benzilpenicilina Potássica + 100 mg de Estreptomicina base) para cada 10 a 25 kg de peso, ou seja 1 frasco para 200 a 500 kg de peso, diariamente durante 3 a 5 dias, ou até o desaparecimento dos sintomas. Suínos e Ovinos: 1 ml (187.500 UI de Benzilpenicilina Procaína e 62.500 UI de Benzilpenicilina Potássica + 100 mg de Estreptomicina base) para cada 10 kg de peso, do produto reconstituído, diariamente durante 3 a 5 dias até o desaparecimento dos sintomas. Prosseguir o tratamento por mais 48 horas após o desaparecimento dos sintomas. O produto uma vez reconstituído perfaz um total de 20 ml. Utilizar o produto logo após sua reconstituição.

  • Agrosil 6 milhões


    Display Agrosil 6mil_x6unid

    DESCRIÇÃO

    Agrosil 6 milhões é a opção de antibiótico a base de penicilina e estreptomicina.

    INDICAÇÕES

    Tratamento de infecções causadas por agentes bacterianos abaixo discriminados sensíveis aos princípios ativos da formulação. Bovinos: Mastite (Streptococcus sp), Edema Maligno (Clostridium septicum), Carbúnculo Sintomático (Clostridium chauvoei), Gangrena (Clostridium perfringens), Tétano (Clostridium tetani) e Hemoglobinúria (Clostridium haemolyticum). Equinos: Garrotilho (Streptococcus equi), Onfaloflebite (Staphylococcus genitalium), Artrite Supurativa (E. coli, Salmonellaspp, Actinobacillus spp), Linfangite Ulcerativa (Corynebacterium pseudotuberculosis), Pneumonia dos Potros (Corynebacterium equi), Listeriose (Listeria monocytogenes) e Septicemia dos Potros (Salmonella abortus equi). Suínos: Enterite Necrótica (Clostridium perfringens), Diarréia dos leitões (Escherichia coli), Meningite, Septicemia e Artrite (Streptococcus suis), Síndrome da Agalactia MMA (Escherichia coliStreptococcus spp e, Klebsiella spp), Erisipela (Erysipelotrix rhusiopathiae), Abcessos e infecções de ferimentos (Staphylococcus sp e Streptococcusspp). Ovinos: Artrite Infecciosa dos Cordeiros (Streptococcus genitalium), Poliartrite dos Cordeiros (Actinomyces pyogenesStreptococcus faecalis, Fusiobacterium necrophorus), Endocardite (Streptococcus pyogenes), Linfadenite Caseosa (Corynebacterium pseudotuberculosis), Listeriose (Listeria monocytogenes), Carbúnculo Sintomático (Clostridium chauvoei) e Edema Maligno (Clostridium septicum).

    FÓRMULA

    Cada frasco-ampola contém:

    Benzilpenicilina Procaína 4.000.000,00 UI
    Benzilpenicilina Potássica 1.000.000,00 UI
    Benzilpenicilina Benzatina 1.000.000,00 UI
    Estreptomicina (sulfato) 2,00 g
    Cada ampola com diluente contém:
    Água para injeção 15 ml
    Apresentação: Caixa contendo 25 frascos/ampolas com pó (Penicilina+Estreptomicina) e 25 ampolas com diluente.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Intramuscular. Para bovinos, equinos, suínos e ovinos, administrar por via intramuscular 1 ml do produto diluído para 30 a 40 kg de peso ou um frasco para 600 a 800 kg de peso, diariamente durante 3 a 5 dias. Transferir para o frasco o conteúdo do diluente com o auxílio de uma seringa até obter uma suspensão homogênea. O tratamento deve se prolongar por mais 48 horas após o desaparecimento dos sintomas. Uma vez reconstituído o produto deverá ser consumido em no máximo 12 horas, conservado sob refrigeração. Em 1 ml de produto reconstituído temos 0,43 g de pó em suspensão, na seguinte proporção: Benzilpenicilina Procaína: 200.000 UI; Benzilpenicilina Potássica: 50.000 UI; Benzilpenicilina Benzatina: 80.000 UI; Estreptomicina (Sulfato): 134 mg. Alterações na posologia e modo de uso a critério do Médico Veterinário.

  • Agrosil PPU


    Agrosil PPU 50 ml

    DESCRIÇÃO

    Agrosil PPU é a opção de antibiótico a base de penicilina e estreptomicina.

    INDICAÇÕES

    É indicado para o tratamento de infecções bacterianas que acometem os animais, causados por: Bovinos:Staphylococcus sp (Abscessos e Mastite), Corynebacterium pyogenes (Mastite), Escherichia coli (Disenterias e Diarréias) Salmonella sp (Salmonelose), Bacillus anthracis (Carbúnculo Hemático), Clostridium chauvei(Carbúnculo Sintomático), Clostridium tetani (Tétano), Lysteria monocytogenes (Listeriose), Leptospira sp (Leptospirose). EquinosStreptococcus sp (Abcessos, Garrotilho e Mastite), Staphylococcus sp (Abscessos e Mastite), Escherichia coli (Disenteria e Diarréias) Salmonella sp (Salmonelose), Klebsiela pneumoniae (Aborto e Mastite), Bacillus anthracis (Carbúnculo Hemático), Clostridium tetani (Tétano) e Leptospira sp (Leptospirose). SuínosStreptococcus sp (Abcessos), Staphylococcus sp (Abscessos), Pasteurella multocida (Pasteurelose), Corynebacterium pyogenes (Mastite), Escherichia coli (Disenterias e Diarréias), Salmonella sp (Salmonelose), Klebsiela pneumoniae (Aborto e Mastite), Bacillus anthracis (Carbunculo Hemático), Clostridium tetani (Tétano), Listeria monocytogenes (Listeriose) e Leptospira sp (Leptospirose). OvinosStreptococcus sp (Abscessos e Mastite), Staphylococcus sp (Abscessos e Mastite), Pasteurella multocida(Pasteurelose), Escherichia coli (Disenterias e Diarréias), Salmonella sp (Salmonelose), Bacillus anthracis(Carbunculo Hemático), Clostridium tetani (Tétano), Listeria monocytogenes (Listeriose) e Leptospira sp (Leptospirose). Como profilático nas castrações, no pré e pós-operatório em outras intervenções cirúrgicas.

    FÓRMULA

    Cada frasco-ampola de 100 ml contém:

    Benzil Penicilina Procaína 15.000.000 UI
    Benzil Penicilina Benzatina 10.000.000 UI
    Diidroestreptomicina 34,12 g
    Veículo q.s.p. 100 ml
    Apresentação: Frascos-ampola de 25 ml e 50 ml.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Intramuscular. O produto deve ser mantido em temperatura entre 4ºC e 25ºC. Agitar a suspensão antes da administração do medicamento e aplicar o volume por via intramuscular conforme a espécie e peso do animal nas seguintes doses: Bovinos, equinos, suínos e ovinos – 1 mL para cada 20 kg de peso. Normalmente uma dose é suficiente para controlar a infecção. Nova aplicação do produto e o uso profilático de antimicrobianos só poderão ser feitos a critério do Médico Veterinário.

  • Alumex


    Alumex 500g copiar

    DESCRIÇÃO

    Alívio rápido para dor Para o tratamento de síndromes dolorosas em animais domésticos, o uso de uma pomada pode auxiliar muito no alívio da dor. Alumex é uma pomada que foi desenvolvida para fornecer maior eficiência no tratamento de síndromes dolorosas em animais domésticos.

    INDICAÇÕES

    Alumex é indicado como analgésico e anti-inflamatório nas síndromes dolorosas em consequência das artrites, contusões, luxações, entorses, mialgias e pisaduras nos animais domésticos.

    FÓRMULA

    Composição básica: Salicilato de Metila; Bálsamo do Peru; Cânfora; Sulfato de Alumínio e de Potássio; Óxido de Zinco e Excipiente q.s.p. Níveis de garantia por 100g do produto:

    Salicilato de Metila 4 mL
    Bálsamo do Peru 3 g
    Cânfora 5 g
    Sulfato de Alumínio e de Potássio 4,29 g
    Óxido de Zinco 10 g
    Excipiente q.s.p. 100 g
    Apresentação: Bisnaga com 30 e 100 g.

    MODO DE USAR

    Via de administração tópica. Aplicar uma fina camada e massagear suavemente, espalhando o produto em toda a área a ser tratada, duas vezes ao dia até a recuperação total. Modificações na posologia e modo de uso a critério do Médico Veterinário. Obs.: Não aplicar em ferimentos abertos.

  • Ampicil


    Ampicil

    DESCRIÇÃO

    É um antibiótico de amplo espectro a base de Ampicilina

    INDICAÇÕES

    Ampicil  tem como princípio ativo a Ampicilina derivado semi-sintético da Penicilina. É um antibiótico de largo espectro possuindo ação sobre bactérias Gram-positivas, Gram-negativas e Mycoplasma sp em aves e suínos

    FÓRMULA

    Composição básica: Ampicilina anidra e Excipiente q.s.p. Níveis de garantia por 100g do produto:

    Ampicilina anidra 10 g
    Excipiente q.s.p. 100 g
    Apresentação: Embalagem com 10 sachês de 1 kg e embalagem com 20 kg

    MODO DE USAR

    Via de administração oral. Aves: Para uma dosagem de 10 mg a 20 mg por kg de peso por dia, misturar 1 kg do produto à ração suficiente para alimentar 5.000 a 10.000 kg de peso, diariamente, durante 3 a 5 dias consecutivos. Suínos: Administrar 2 kg do produto por tonelada de ração durante 5 a 10 dias consecutivos ou 1 kg do produto para 1.000 litros de água de bebida durante 5 dias consecutivos. Alterações na posologia e modo de uso a critério do Médico Veterinário.

  • Anestésico Vansil


    Capturar

    DESCRIÇÃO

    Anestésico de ação rápida O uso de anestésicos  é uma prática comum na rotina clínico-cirúrgica veterinária, administrado em animais domésticos através de aplicações subcutâneas, infiltrações musculares, perineural e epidural. Anestésico Vansil é um medicamento injetável desenvolvido para tratamentos e intervenções clínico-cirúrgicas de animais domésticos.

    INDICAÇÕES

    Anestésico Vansil é indicado para casos em que é desejável inibir a dor em uma determina região, para realização de tratamentos e intervenções clínico-cirúrgicas. Produz ação rápida e extensa anestesia regional, não sendo irritante aos tecidos, nem causando lesão às estruturas nervosas da região.

    FÓRMULA

    Composição básica: Lidocaína (Cloridrato); Epinefrina (Bitartarato) e Veículo q.s.p. Níveis de garantia por 100mL do produto:

    Lidocaina (Cloridrato) 2,0 g
    Epinefrina (Bitartarato) 2,0 mg
    Veículo q.s.p 100,0 mL
      Apresentação: Frasco-ampola contendo 50 ml.  

    MODO DE USAR

    Via de administração subcutânea, infiltrações musculares, perineural e epidural. Anestésico Vansil® deve ser administrado através de aplicações subcutâneas, infiltrações musculares, perineural e epidural após a assepsia da pele. As doses recomendadas baseiam-se na idade, estatura, estado físico do animal e velocidade de absorção sistêmica estimada no local da injeção. Deve-se usar a menor dose necessária, fracionada, para produzir os resultados desejados. – Animal de grande porte: 5,0 a 10,0 ml (Bovinos e eqüinos adultos). – Animais de médio porte: 2,5 a 5,0 ml (Cães de grande porte, potros e bezerros). – Animais de pequeno porte: 1,0 a 2,5 ml (Cães de pequeno porte, gatos e filhotes). O período de ação do Anestésico Vansil varia entre 60 e 120 minutos de acordo com o tipo de anestesia. A dose máxima permitida é de 9,0 mg de Lidocaína por kg de peso. Alterações na posologia e modo de uso a critério do Médico Veterinário.

  • Aurotrim


    Aurotrim

    DESCRIÇÃO

    É uma associação antibiótica a base de Clortetraciclina, Trimetoprim e Sulfadiazina para tratamento de infecções no trato respiratório e intestinal.

    INDICAÇÕES

    Aurotrim É indicado para o tratamento de processos infecciosos respiratórios e entéricos em aves e suínos. Aves: Colibacilose (Escherichia coli), Doença Respiratória Crônica DRC (Mycoplasma galissepticum), Enterite Necrótica (Clostridium perfringens) e Coriza Infecciosa (Haemophilus spp). Suínos: Pneumonia (Pasteurella multocida), Rinite Atrófica (Bordetella bronchiseptica), Colibacilose (Escherichia coli), Diarréia Pós Desmame e Doença de Edema (Escherichia coli), Síndrome M.M.A. (Escherichia coli e Klebsiella spp), Salmonelose (Salmonella spp) e Enterite Necrótica (Clostridium perfringens).

    FÓRMULA

    Composição básica: Clortetraciclina; Trimetoprim; Sulfadiazina e Excipiente q.s.p. Cada 100 g contém:

    Clortetraciclina 10 g
    Trimetoprim 1,5 g
    Sulfadiazina 7,5 g
    Excipiente q.s.p. 100 g
    Apresentação: Saco com 25 kg

    MODO DE USAR

    Via de administração: Oral. Aves e Suínos: Administrar 2 a 4 kg do produto por tonelada de ração durante 5 a 7 dias consecutivos.

  • Cálcio Reforçado


    Cálcio Reforçado 500 ml Injetável copiar

    DESCRIÇÃO

    Cálcio injetável

    INDICAÇÕES

    Indicações de uso: Tratamento de hipocalcemias antes, durante e após o parto, e durante a lactação (nas paresias, paralisias e tetanias das pastagens). Estados alérgicos (eczemas, urticárias e choques medicamentosos), intoxicação. Osteodistrofias (osteoporose, osteofibrose, raquitismo, osteomalácia e cara inchada). Acetonemias, perturbações do metabolismo mineral e fraturas ósseas.

    FÓRMULA

    Fórmula: Cada 100 ml contém: Gliconato de Cálcio.......................................................15,38 g Glicose............................................................................7,69 g Cloreto de Magnésio......................................................2,50 g Glicerofosfato de Sódio..................................................1,50 g Veículo q.s.p..................................................................100 ml

    MODO DE USAR

    Posologia e modo de uso: Injetar por via subcutânea. Quando a dose for superior a 100ml, dividir o volume e aplicar em dois ou mais lugares. Nos casos agudos, deve ser administrada lentamente por via endovenosa, ou preferencialmente, dividir o volume prescrito, e aplicar parte endovenosa e parte subcutânea. Nos casos graves, a dose pode ser repetida 2 ou 3 vezes em 24 horas. Doses: Bovinos e equinos adultos: 150 a 250ml Bezerros, potros, ovinos, caprinos e suínos: 20 a 50ml Leitões: 2 a 10ml Apresentação: Frascos de 200 e 500 ml

  • Cicatrizantol


    Cicatrizantol 50 g copiar

    DESCRIÇÃO

    O Tratamento ideal Pomada tópica para Ruminantes.

    INDICAÇÕES

    Na profilaxia e tratamento de infecções bacterianas superficiais em ferimentos, queimaduras, úlceras e eczemas, feridas de castração e descorna, umbigo de recém-nascidos e nos cortes dos tetos.

    FÓRMULA

    Cada 10 g contém:

    Óxido de Zinco 0,4 g
    Ácido Salicílico 0,2 g
    Sulfonilamida 0,3 g
    Iodofórmio 0,25 g
    Veículo q.s.p. 10 g
    Apresentação: Bisnaga de 50 g.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Tópica. Na profilaxia e tratamento de infecções bacterianas superficiais em ferimentos, queimaduras, úlceras e eczemas, feridas de castração e descorna, umbigo de recém-nascidos e nos cortes dos tetos.

  • Citrax


    Citrax 2kg copiar

    DESCRIÇÃO

    O Cicatrizante e Antisséptico ideal para sua produção. Cicatrizante e Antisséptico.

    INDICAÇÕES

    Como cicatrizante e antisséptico das feridas cirúrgicas, provenientes de castrações, descornas, marcações, tosquias, etc. Para o tratamento do umbigo dos recém-nascidos.

    FÓRMULA

    Cada 100 g contém:

    Ácido Bórico 20 g
    Óxido de Zinco 27 g
    Excipiente q.s.p. 100 g
    Apresentação: Frasco de 200 g e 2 kg.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Tópica. Fazer o polvilhamento com Citrax na área afetada, uma vez ao dia, geralmente em dose única para profilaxia, e nos casos mais graves estender o tratamento durante 03 dias ou a critério do Médico Veterinário.

  • Dexfer Reforçado


    Dexfer Reforçado 50 ml copiar

    DESCRIÇÃO

    Suplementação de ferro Dexfer Reforçado é uma solução injetável pronta para uso em diversas situações em que os animais precisem de um reforço de ferro e vitamina B12.

    INDICAÇÕES

    Tratamento e profilaxia das anemias ferroprivas. Normalizar os níveis de hemoglobina nos casos de Anaplasmose e Babesiose, durante a pré-imunização para estas duas hemoparasitoses. Coadjuvante no tratamento das hemorragias, verminoses severas e infestações por carrapatos, que levem à anemia. Na prenhez, especialmente no último mês, como fonte de Ferro.

    FÓRMULA

    Cada 1 ml contém:

    Ferro Dextrano 100 mg
    Vitamina B12 50.000 mcg
    Veículo q.s.p. 1 ml
    Apresentação: Frascos com 50 ml

    MODO DE USAR

    Via de administração: Intramuscular Administrar através de injeções intramusculares profundas, após prévia assepsia da pele do local nas seguintes doses: Suínos: Leitões: 2,0 ml (200 mg de Ferro, correspondentes às suas necessidades por 35 dias, quando já estarão ingerindo o Ferro necessário através da ração) entre o 3º e o 5º dia de vida. Matrizes gestantes: 5,0 a 6,0 ml, 20 a 30 dias antes do parto. Bovinos: Bezerros: Para profilaxia, 2,0 ml na 1ª semana de vida, repetindo-se na 6a semana ou por ocasião da desverminação. Para tratamento: 5,0 a 6,0 ml em dose única. Adultos: Para tratamento, 10,0 ml em dose única. Ovinos e Caprinos:    Jovens: Para profilaxia e tratamento, 2,0 a 3,0 ml. Adultos: 5,0 a 6,0 ml. Cães e Gatos: Jovens: Para profilaxia, 0,25 a 0,5 ml na 1ª semana de vida. Para tratamento, 0,5 a 1,0 ml. Adultos: 0,5 a 1,0 ml.

  • Enro Flec 10% Injetável


    Enro Flec 50 ml Injetável copiar

    DESCRIÇÃO

    Antibiótico intramuscular para ruminantes e suínos Enro Flec Injetável é um antibiótico intramuscular indicado para ruminantes e suínos, no tratamento de infecções causadas por bactérias Gram negativa e Gram positivas, espiroquetas e micoplasmas.

    INDICAÇÕES

    Enro Flec Injetável é indicado no tratamento de infecções em bovinos, ovinos, caprinos e suínos, causadas por bactérias Gram negativas, Gram positivas, Espiroquetas e Micoplasmas. Ensaios clínicos demonstraram a eficiência antimicrobiana da Enrofloxacina nas mastites bovinas provocadas por Escherichia coli, Staphylococcus aureus, Streptococcus agalactiae, Streptococcus dysgalactia e Streptococcus beta hemolíticos. Em bezerros e suínos, para controle de enterites bacterianas e demais infecções digestivas causadas por Escherichia coli, Salmonella sp, Pasteurella sp e Treponema spNas infecções respiratórias causadas por Staphylococcus sp. Tratamento da Síndrome Metrite Mastite e Agalaxia (MMA) em matrizes suínas, causada por Escherichia coli, Enterobacter aerogenes e Klebsiella sp. Enro Flec Injetável pode também ser usado na profilaxia de infecções pós-operatórias em castrações, descornas, laparotomias e ferimentos com soluções de continuidade.

    FÓRMULA

    Composição básica: Enrofloxacina e Veiculo q.s.p. Cada 100 ml contém:

    Enrofloxacina 10 g
    Veículo q.s.p. 100 ml
    Apresentação: Frasco com 10, 50 e 500 mL.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Intramuscular. A dosagem terapêutica é de 2,5 mg do princípio ativo por kg de peso, uma vez por dia, durante três dias ou a critério do Médico Veterinário, através de injeções intramusculares. Bovinos, suínos, caprinos e ovinos: 0,5 ml para cada 20 kg de peso. Nas infecções respiratórias complicadas, aplicar 0,5 ml para cada 10 kg de peso durante cinco dias. Caso a dose seja superior a 10 ml, recomenda-se dividi-la em mais locais de aplicação.

  • Fenilvet


    Fenilvet 100 ml copiar

    DESCRIÇÃO

    Anti-inflamatório e analgésico Animais apresentando síndromes dolorosas e inflamações necessitam de tratamento adequado, evitando o agravamento de seu quadro clinico. Fenilvet é uma droga de ação anti-inflamatória, analgésica e antipirético, indicado em quadros de dor e inflamações em bovinos, equinos, suínos e caninos.

    INDICAÇÕES

    Fenilvet é indicado em todos os processos inflamatórios, dores musculares e articulares em bovinos, equinos, suínos e caninos. Nos edemas de úbere, mastites, metrites e pneumonia dos bovinos e Síndrome Cólica nos equinos. Para equinos: No alívio das dores músculo-esqueléticas, torções, contusões e dor visceral como nas cólicas. Também indicado para inflamações das articulações, que de alguma forma causa claudicação. Para bovinos: Nas diarreias de bezerros recém-nascidos, inflamações agudas e crônicas das articulações e do umbigo. Para tratamento da dor causada por incisões cirúrgicas ou de feridas traumáticas. Para tratamento auxiliar em infecções agudas do aparelho respiratório, para reduzir a febre e estimular o apetite e para vacas com paresia pós-parto. Para suínos: Inflamações agudas ou crônicas do aparelho locomotor, para tratamento da Síndrome Metrite Mastite Agalaxia (MMA). Para cães: Em todos os processos inflamatórios.

    FÓRMULA

    Composição básica: Fenilbutazona e Veiculo q.s.p. Cada 100 ml do produto contém:

    Fenilbutazona 20 g
    Veículo q.s.p. 100 ml
    Apresentação: Frasco com 20 e 100 mL.

    MODO DE USAR

    Vias de administração: Endovenosa e intramuscular. Fenilvet deve ser administrado através de injeções intravenosa ou intramuscular, assepticamente. A dosagem recomendada para bovinos, suínos e eqüinos é de 4,4 mg de princípio ativo por kg de peso, durante o máximo de 5 dias. Em cães, o nível posológico é de 22 mg/kg de peso, não devendo exceder 800 mg/animal/dia, independentemente do peso, limitados a 2 (dois) dias consecutivos, podendo ser seguidos de medicação oral. Dosagem diária: Equinos e Bovinos adultos: 1,0 ml para cada 50 kg de peso, por via endovenosa. Suínos: 1,0 ml para cada 50 kg de peso, por via intramuscular profunda. Cães: 1,0 ml para cada 10 kg de peso, por via endovenosa. Alterações na posologia e modo de uso a critério de Médico Veterinário.

  • Fortzolin


    Fortlozin 100 ml copiar

    DESCRIÇÃO

    Fortlozin é um antibiótico de uso profilático e para tratamento das principais doenças infecciosas de ruminantes e suínos.

    INDICAÇÕES

    Fortlozin é indicado para profilaxia e tratamento das principais doenças infecciosas que acometem os bovinos, caprinos, ovinos e suínos. Também é indicado no tratamento de apoio de Artrite Necrótica Superficial, infecções bacterianas secundárias às moléstias virais e infecções pós-operatórias em geral. Bovinos: Pneumonia: Pasteurella multocidaCorynebacterium pyogenesMycoplasma hyopneumoniae e Streptococcusspp. Pododermatite: Fusobacterium necrophorum. Mastite: Staphylococcus spp, Mycoplasma hyosynoviae, no período “seco” (não lactante). Metrite: Staphylococcus spp, Streptococcus spp e Corynebacterium pyogenes. Difteria: Spharephorus necrophorus. Suínos: Artrite: Staphylococcus spp e Mycoplasma hyosynoviae. Pneumonia: Pasteurella multocidaCorynebacterium pyogenesMycoplasma hyopneumoniae e Streptococcus spp. Erisipela: Erysipelothrix insidios. Ovinos e Caprinos: Agalaxia Contagiosa: Mycoplama agalactiae. Pleuropneumonia caprina: Mycoplasma mycoides var. capr.

    FÓRMULA

    Composição básica: Tilosina e Veiculo q.s.p. Cada 100 ml do produto contém:

    Tilosina 20 g
    Veículo q.s.p. 100 ml
    Apresentação: Frasco com 50 e 100 mL.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Intramuscular. Bovinos: Administrar 0,5 a 1,0 ml para cada 20 kg de peso ao dia, por via intramuscular profunda durante 5 dias. Suínos: Administrar 0,5 a 1,0 ml para cada 20 kg de peso ao dia, por via intramuscular profunda durante 3 dias. Ovinos e Caprinos: Administrar 1,0 ml para cada 20 kg de peso ao dia, por via intramuscular profunda durante 5 dias. Não aplicar mais que 20 ml em cada local de aplicação. Intervalos entre aplicações deve ser de 24 horas.

  • Gentamicina Vansil


    Gentamicina 100 ml Injetável copiar

    DESCRIÇÃO

    Antibioticoterapia para animais de produção O tratamento com antibióticos nos animais de produção deve ser prático, de fácil administração, com eficácia comprovada e com períodos de carência bem conhecidos e seguros. A Gentamicina Vansil reúne todas estas propriedades em um só produto.

    INDICAÇÕES

    Tratamento e controle de infecções do trato respiratório, urinário, genital e gastrointestinal, causados por Salmonella typhimurium, Pseudomonas aeruginosa, E. colli, Proteus spp, Streptococcus spp e Staphylococcus spp, que acometem os animais domésticos.

    FÓRMULA

    Cada 100 ml contém: Sulfato de Gentamicina 4 g Veículo q.s.p. 100 ml Apresentação: Frascos de 10 ml e 100 ml.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Intramuscular e Subcutânea. Administrar por via intramuscular ou subcutânea, 1 ml para cada 10 kg de peso, 2 vezes ao dia (12 em 12 horas) no primeiro dia de medicação. Nos dias subsequentes, administrar uma dose ao dia. Recomenda-se a continuidade do tratamento por um período não inferior a 48 horas após o desaparecimento dos sintomas e não exceder 7 dias de duração.

  • Gentasil


    Gentasil 50 ml Injetável copiar

    DESCRIÇÃO

    Antibioticoterapia para animais de produção O tratamento com antibióticos nos animais de produção deve ser prático, de fácil administração, com eficácia comprovada e com períodos de carência bem conhecidos e seguros. Gentasil reúne todas estas propriedades em um só produto, além de permitir os tratamentos intra-uterinos.

    INDICAÇÕES

    Tratamento de infecções causadas por microorganismos sensíveis à Gentamicina em bovinos, equinos, aves e suínos, entre as quais de destacam: Streptococcus sp, Proteus vulgarisEscherichia coli, Pseudomonas aeruginosa, Aerobacter sp, Klebsiella sp, Staphylococcus spp e Citrobacter SP. Aves: Salmoneloses, Colibaciloses, Pseudomonas e Arizona. Suínos: Colibaciloses, diarreias e disenterias. Bovinos e Equinos: Diarreias e septicemias causadas por Escherichia coli e outros microorganismos em potros e bezerros, metrites, endometrites e mastite.

    FÓRMULA

    Cada 10 ml contém:

    Sulfato de Gentamicina* 668  g
    Veículo q.s.p. 10 ml
    *Equivalente a 400 mg de Gentamicina base. Apresentação: Frascos de 50 ml e 100 ml.

    MODO DE USAR

    Via de administração: Subcutânea, intramuscular profunda e intra-uterina. Posologia e modo de uso: Aves: 10 ml de Gentasil para 2000 pintos; em injeção subcutânea entre a cabeça e a base do pescoço, utilizando solução fisiológica como diluente para a mesma. Para aplicação em aves adultas, diluir 10 ml de Gentasil em 390 ml de Solução Fisiológica estéril ou diluente da vacina de Marek, e aplicar 0,2 ml desta solução por ave, em dose única. Bovinos e Equinos jovens: 1 ml (40 mg de princípio ativo) para cada 10 kg de peso, no primeiro dia, e 0,5 ml (20 mg de princípio ativo) para 10 kg de peso nos dias subseqüentes, pela via intramuscular, por 3 a 5 dias. Vacas: Nos casos de Metrites e Endometrites, diluir 5 ml (200 mg de princípio ativo) em 20 ml de Solução Fisiológica, em infusão uterina, durante três a cinco dias. Vacas: Nos casos de Mastite, diluir 2 ml a 3 ml (80 a 120 mg de princípio ativo) em 20 ml de Solução Fisiológica e aplicar nos tetos afetados, uma ou duas vezes ao dia após a ordenha, durante 2 a 3 dias. Éguas: Nos casos de Metrites e Endometrites, aplicar de 10 ml a 60 ml (400 a 2400 mg de princípio ativo), em infusão uterina, durante três a cinco dias. Suínos jovens: Aplicar 0,125 ml (5 mg de princípio ativo) por leitão, durante 3 a 5 dias consecutivos, pela via intramuscular. Suínos adultos: 1 ml para cada 10 kg de peso, durante 3 a 5 dias, pela via intramuscular. Observação: manter o tratamento por 48 horas após o desaparecimento dos sintomas. Alterações na posologia e modo de uso a critério do Médico Veterinário.